Com o Cartão do Cliente, você tem acesso a um mundo de possibilidades, além de descontos na programação e atividades do Sesc em Minas.

Tenha acesso a um mundo de possibilidades!

Sesc Palladium celebra o Dia Mundial do Teatro como importante palco da arte em Minas Gerais

Publicado em 28 de mar de 2024 às 14:46   |   Atualizado em 28 de mar de 2024 às 14:46

Pilar da história cultural da humanidade, o teatro é celebrado em todo o mundo em 27 de março. Para o Sesc Palladium, o Dia Mundial do Teatro é também uma oportunidade para valorizar os profissionais dedicados a fazer esse espetáculo acontecer ao longo de todo o ano

Inaugurado em 2011, onde antes funcionava o histórico Cine Palladium, o espaço deu continuidade ao legado do antigo cinema e se tornou um ponto imprescindível para a cultura, a inovação, a educação e a criatividade. Com programação diversificada e acessível para todos os públicos, o teatro encontra ali um palco especial para seu desenvolvimento e popularização.

Pelo Grande Teatro passaram nomes consagrados da dramaturgia, como Antônio Fagundes, Grupo Galpão, Grace Passô, Marília Pêra e Vera Holtz, e ainda várias peças da tradicional Campanha de Popularização do Teatro e da Dança, sempre com sucesso de público. No Teatro de Bolso Júlio Mackenzie, muitos artistas da cena local tiveram vez para apresentar suas potencialidades ao público. Além disso, os dois espaços receberam importantes festivais de teatro, dentre os quais podemos citar:

 

  • Campanha de Popularização do Teatro e da Dança
  • FETO – Festival Estudantil de Teatro
  • FIT – Festival Internacional de Teatro
  • Janela de Dramaturgia
  • BH inSolos
  • ELA – Encontro Latino-Americano de Teatro
  • LEVANTE – Festival Internacional de Mulheres em Cena
  • VAC – Verão Arte Contemporânea
  • Virada Cultural de Belo Horizonte

 

Ao todo, foram mais de 1,5 mil apresentações de mais de 800 espetáculos diferentes ao longo desses 13 anos, com uma média de 10 apresentações teatrais por mês no Sesc Palladium – lembrando que nos anos de 2020 e 2021, por conta da pandemia da Covid-19, os números sofreram alterações por questões de saúde pública.

 

Uma história coletiva

Toda essa história só foi possível graças ao trabalho de uma equipe dedicada e apaixonada pelo teatro. Um exemplo é o técnico Ruy Barbosa Júnior, parte da equipe do Sesc Palladium desde sua inauguração, em 2011. Responsável pela iluminação dos espetáculos, ele tem papel fundamental na equação que cria a magia das produções.

 

“A iluminação tem uma importância muito grande em cada peça, junto com a sonorização. A iluminação conversa com os atores e complementa a atuação deles no palco. Nosso trabalho aqui é estruturar tudo que a produção do espetáculo precisa nesse sentido. Então, além de ser fundamental para o teatro, é um trabalho muito gratificante, porque também sou ator, já atuei, e sinto assim que coloco a minha emoção em cada montagem através da iluminação”, afirma Ruy.

 

Ele relembra com carinho as colaborações em peças de destaque, como “Vermelho”, estrelada pôr Antônio Fagundes: “O Sesc pra mim é um grande fomentador da Cultura. Desde quando entrei, em 2011, percebi o quanto o Sesc transforma a vida das pessoas com a Cultura. Sempre me emociono quando vejo espetáculos montados”.

 

O supervisor de palco Ezequiel Ferreira Gusmão abriu as cortinas para o primeiro espetáculo realizado no Grande Teatro do Sesc Palladium após sua inauguração. Desde então, segue se emocionando a cada montagem de que participa.

 

“O que fazemos, na supervisão de palco, é receber a produção e viabilizar a montagem. Ou seja, concretizar o sonho do artista contratante. Se quem produz a peça recebe muitos ‘nãos’ da nossa parte, toda a criatividade e inspiração dela cai por terra. Por isso, eu e minha equipe trabalhamos para viabilizar tudo que eles precisam, e assim nos sentimos parte do espetáculo. Sentimos um prazer muito grande quando vemos a peça ser executada perfeitamente. Muita gente do meio entende e valoriza quando nosso trabalho é bem feito, porque sem os técnicos não há espetáculo”, explica Ezequiel.

Apresentação da peça “O Auto da Compadecida”, durante a 46ª Campanha de Popularização do teatro e da Dança

O resultado de tantos esforços somados é uma trajetória de destaque no fortalecimento do teatro em suas múltiplas possibilidades, como explica Priscilla D’Agostini, Gerente do Sesc Palladium:

“O teatro tem múltiplas potencialidades humanas e sociais. O Sesc Palladium tem investido, ao longo da sua história, no fomento ao teatro por meio de várias apresentações que acontecem no Grande Teatro e no Teatro de Bolso, tendo como prisma a diversidade em seus vários aspectos. E ainda tem no teatro um importante alicerce para fomentar projetos que envolvem a equipe do educativo e que são voltados para escolas e instituições sociais. Por fim, há o investimento em atividades formativas, por meio de cursos de teatro e do recém-criado Núcleo de Formação em Teatro, que acontece no Sesc Cenário. Trata-se de fruição e formação visando à transformação social, premissa estratégica da instituição”.

 

Formando novos públicos

Além de receber algumas das peças de maior sucesso do calendário nacional do teatro e promover o desenvolvimento da cena local, o Sesc Palladium atua na formação de novos públicos para o teatro. Há 12 anos, o Educativo do Sesc Palladium realiza o projeto Yupi! Vamos ao Teatro, que leva crianças e adolescentes de ONGs, projetos sociais e da rede pública de ensino de Belo Horizonte e Região Metropolitana a espetáculos gratuitos no Grande Teatro do Sesc Palladium. Uma oportunidade para que muitas delas tenham o primeiro contato com uma peça teatral.

A programação de 2024 do projeto começou nos dias 19 e 20 de março, com o espetáculo “Matias e a Estrada Infinita do Tempo”, da companhia O Bando. Foram três sessões gratuitas para crianças de 8 a 12 anos. Em abril, a atração do Yupi! Vamos ao Teatro será o espetáculo “Três Fadas Moribundas’, da Cia Bufadas, também de BH, com entrada gratuita nas três sessões programadas para o Grande Teatro.

 

*Escolas e instituições interessadas em participar do Yupi! Vamos ao Teatro devem procurar o Educativo do Sesc Palladium pelo telefone (31) 3214-5389 (das 9h às 18h, de terça-feira a sábado) e pelo e-mail: educativopalladium@sescmg.com.br e preencher os formulários.

Formando novas cenas

Mais do que uma casa de espetáculos, o Sesc Palladium abriga atividades formativas ligadas às artes cênicas e, desde 2021, recebe crianças e adolescentes para o Curso Livre de Teatro. Os alunos têm a experiência de um processo formativo que se conecta intensamente com a cena cultural de Belo Horizonte.

Outro importante projeto atual é o Curso Bastidores: Técnica em Ação, que aborda os elementos técnicos da cena, como som, iluminação, entre outros. As aulas são gratuitas e as matrículas são abertas no começo de cada ano.

Vale destacar ainda o Núcleo de Formação em Teatro, criado em 2023. O curso de formação continuada é oferecido no Sesc Cenário, no bairro São Francisco, e destinado a jovens de 14 a 18 anos, com duração de dois anos. As aulas promovem formação em teatro, com foco nas técnicas de interpretação. Mais que formação artística, o projeto é importante meio de transformação social, possibilitando vivências especiais aos alunos, e apresentando possibilidades para a inserção no mercado de trabalho de modo geral, não apenas no ramo das artes. Saiba mais aqui.

 

Outros palcos

Somado à atuação do Sesc Palladium, o teatro é valorizado em outras frentes no Sesc em Minas. O Palco Giratório, realizado em parceria com o Departamento Nacional do Sesc, é reconhecido no cenário cultural brasileiro como importante meio de difusão e intercâmbio das artes cênicas. O projeto leva espetáculos e outras iniciativas ligadas ao teatro a diversas cidades do interior desde 1998.

Já o Sesc Dramaturgias é um projeto desenvolvido pela área de artes cênicas do Departamento Nacional do Sesc, com o objetivo de gerar espaços de formação, experimentação e intercâmbio artístico e cultural em todas as regiões do Brasil.


Acontece

Cultura Julia Guedes
Cultura A Falecida
Cultura As Madalenas
Carregar mais